CBRA 2018 reúne especialistas e discute falhas na implantação embrionária e indução ovariana

2 de agosto de 2018

Por Isabella Ximenes/Créditos: Marcelo Lima

Dedicado ao debate científico, ético e legal sobre a medicina reprodutiva e as pesquisas na área da genética, o 22º Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida reuniu especialistas em ginecologia e embriologia nesta quarta-feira (1º), durante o pré-congresso, em Brasília. Entre os temas que foram abordados, os congressistas tiveram a oportunidade de vivenciar a teoria e a prática, sob a supervisão de grandes nomes do cenário nacional e internacional da medicina reprodutiva.

“A falha na implantação é um dos grandes obstáculos que enfrentamos atualmente, por não sabermos o motivo do embrião e o endométrio saudável não conseguirem gerar uma gravidez. Porém, em muitos casos o ginecologista consegue solucionar o problema. E por esse motivo, destinamos um painel específico para tratar cada tema”, ressaltou a presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida, Drª. Hitomi Nakagawa.

A abertura do pré-congresso foi realizada pelo especialista em embriologia e biólogo, Dr. Javier Crosby. Ele apresentou o novo software de Registro da Rede Latinoamericana de Reprodução Assistida (Redlara), que garante maior acessibilidade aos médicos cadastrados. “Agora o médico poderá mostrar para a sua paciente, durante a consulta, outros casos compatíveis que comprovam as chances de complicação ou sucesso utilizando a reprodução assistida. Ficou mais fácil e intuitivo, tanto para os médicos, como para as pacientes”, contou.

Vitrificação: uma técnica vital para a medicina reprodutiva 

Para garantir o rápido congelamento do embrião, sem causar danos ao material genético, é necessário seguir determinados procedimentos para não acarretar em resultados desastrosos. Os embriologistas Dr. Marcos Meseguer e Drª. María Eugenia apresentaram aos presentes métodos para aprimorar técnicas laboratoriais e assim, aumentar as chances dos embriões gerarem bebês saudáveis.

Paralelamente às palestras, contribuindo com a programação e proporcionando uma visão completa sobre o teste genético pré-implantacional para aneuploidias (PGT-A), a embriologista norte-americana Lindsey Mayes ministrou workshop para 75 congressistas. Os participantes tiveram a oportunidade de aperfeiçoar técnicas em biópsia embrionária e trocar experiências.

Programação

O 22º Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida acontece entre os dias 1 e 4 de agosto e apresentará debates sobre o suporte psicológico aos pacientes quando se tem notícia de perdas gestacionais, além de orientações ao programa de doação de óvulos, a conduta ética na reprodução assistida e as novas normas de Reprodução Assistida, publicadas em 2017 pelo Conselho Federal de Medicinal.

A abertura oficial será realizada no dia 2 de agosto, com a participação do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto que falará sobre ética e legalidade na reprodução humana.

Veja imagens do 1º dia do CBRA 2018 no facebook.com/SBRAssistida:

#CBRA2018 | REDELARA – FALHA DE IMPLANTAÇÃO | DIA 1/8, MANHÃ
#CBRA2018 | WORKSHOP VITRIFICAÇÃO | 1/8, MANHÃ
#CBRA2018 | WORKSHOP PGT-A | 1/8, MANHÃ

#CBRA2018 | REDELARA – FALHA DE IMPLANTAÇÃO | DIA 1/8, TARDE

#CBRA2018 | INDUÇÃO DA OVULAÇÃO | DIA 1/8, TARDE

Fale Conosco

Preencha seus dados




Secretaria Executiva | SBRA
SCES Trecho 3, Conjunto 6, Sala 209 | Associação Médica de Brasília | Asa Sul, Brasília-DF – CEP: 70200-003
Telefone: (61) 3225-0019
Celular: (61) 9.8419.0385
E-mail: presidenciasbra@gmail.com