Estadão

12 de maio de 2019

A presidente da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), Hitomi Nakagawa, foi uma das especialistas que contribuíram para uma matéria do Estadão sobre embriodoação. O texto destacou a história da professora Márcia Bozzini Iared Chuery Fachini, de 46 anos, que superou uma doença autoimune rara, passou por dificuldades para engravidar e realizou o sonho de ser mãe após a adoção de três embriões.

Nakagawa explicou na matéria que não existem dados sobre o número de embriodoações realizadas no Brasil. “Ainda são poucos, pois antigamente não existiam técnicas muito eficazes de descongelamento desses embriões. Isso melhorou muito de uns dez anos para cá”, avalia Hitomi, que acrescenta: “A maioria dos casais prefere manter seus embriões congelados pelo dilema de pensar que poderão ter filhos pelo mundo”. Veja a matéria aqui.

Fale Conosco

Preencha seus dados




Secretaria Executiva | SBRA
SCES Trecho 3, Conjunto 6, Sala 209 | Associação Médica de Brasília | Asa Sul, Brasília-DF – CEP: 70200-003
Telefone: (61) 3225-0019
Celular: (61) 9.8419.0385
E-mail: presidenciasbra@gmail.com