Excesso de peso corporal compromete ciclos hormonais e podem diminuir chances de reprodução natural em homens e mulheres. 

 18 de setembro de 2017 

O sobrepeso e a obesidade podem interferir significativamente na capacidade reprodutiva, especialmente por afetar os ciclos hormonais. Nas mulheres, o excesso de peso causa ciclos menstruais irregulares associados à disfunção ovulatória. Já nos homens, ele pode afetar a produção de testosterona, a vitalidade dos espermatozóides, causar disfunção erétil, alterações hormonais e redução no desejo sexual.

Até essa idade, 15 óvulos representam 30% de chances de concepção. A partir dos 40, média necessária passa a ser de 40 a 50 óvulos e as chances ficam em 12%

24 de agosto de 2017

Mulheres abaixo dos 35 anos e com boa reserva de óvulos têm maiores chances de serem mães quando comparadas às de 40 anos em diante. Isso porque até os 35 anos as que congelam óvulos maduros para preservação necessitam, em média, de 15 deles para obter em torno de 30% de chances de sucesso no tratamento. Nas acima dos 40, essa média sobe para cerca de 40 a 50 óvulos e as chances de concepção se reduzem, sendo que 12% delas conseguem ter seus bebês.

Estresse, ansiedade e depressão podem interferir negativamente durante e após o processo de tratamento em reprodução assistida

1º de setembro de 2017

Realizar o sonho da maternidade mexe muito com as emoções e com as expectativas, e isso é sentido tanto pela mulher que deseja engravidar quanto pelo homem que quer ser pai. Assim, a depender da amplitude e da intensidade dos sentimentos e afetos em torno dessa possibilidade, alguns transtornos psicológicos podem ser desencadeados, sobretudo quando há muita pressão, estresse, cobranças e baixa tolerância à frustração.

Cerca de um terço das mulheres inférteis podem ter a doença, muitas vezes descoberta durante tentativas de engravidar

16 de agosto de 2017

A endometriose é a proliferação anormal fora do seu local habitual de células semelhantes às que revestem a parede interna do útero. Com isso, focos se desenvolvem nos ovários, nas trompas ou até mesmo em regiões vizinhas, como intestino e bexiga, provocando reações inflamatórias que podem se manifestar como doença progressiva e induzir a ocorrência de dor pélvica crônica, cólicas menstruais, ciclo menstrual irregular e infertilidade, dentre outros sintomas.

Please publish modules in offcanvas position.